Archive for abril, 2011

Contraste

Chama ardente,
Beijo Caliente.
Calor que aquece,
Brilho que ofusca.
Experiência atraí,
Inocência nem sempre existe.
Passos de caminhos sozinho
Meio a multidão.
Lugares trazem lembranças,
Gestos palavras, dentre outras coisas também.
Sono, deitar,
Mas com a certeza de não dormir.
Planos e ideais,
Nem sempre existem em mim.
Preto, ou branco?
Bem, ou Mal?
Contraste ás vezes seduz.
Ficar ou ir,
O que importa quando se está aqui?
Quando você está aqui.
Orgulho e insatisfação,
Trazem dor, fazem querer desistir.
Morte, vida,
Todo mundo tem a sua…

Cada dia ao acordar, é mais um próximo do fim.