Archive for fevereiro, 2015

Mil poemas dentro de mim
E não cabe às páginas decifrá-los.

Meditação, silêncio
Calmaria e um incenso
Pra fechar os olhos e me entender um pouco mais.
Menos niilismo,
Mais ousadia,
Mais amor.
Tragar só paz…

Sem paixões não há inspiração.
Sem sofrer não há refrão…