Instintivo

Teus olhos
Tua boca
Teu cabelo
E teu cheiro
Não cabem nos poemas, nas palavras.
Nem no meu exagero.

A voz
Os gestos
Os desejos.

Eu já sabia do perigo.
Mesmo assim repousei a testa na arma,
Pedi para que puxasse o gatilho.

“Crack”. “Pow”.

Restou só o coração
e seus impulsos desprovidos de recepção.

A percepção:
Descanso em teu sorriso
quando me beija e empurra – como quem nega algo só pra provocar.
Você se diverte. Eu quase perco o ar.

Selvagem. Instintivo. Livre.

Verdadeiramente vivo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: